Choi Sung-Bong, exemplo de superação

Existe uma característica rara em algumas pessoas que acaba, depois de certo tempo, tornando-se praticamente indiscutível: O DOM. E isso não só em criatividade, mas em eficiência, lógica e, principalmente, na arte. E essa arte, feita através do dom, pode demonstrar algumas coisas tristes, mas que para nós serve de exemplo de vida. Esse é o caso do jovem Choi Sung-Bong. Esse jovem sofreu muito, mas muito em sua infância, mas mesmo assim não desistiu da vida. Vejam o video.

Guardem o nome desse garoto, vocês ainda ouvirão muito dele. Sem sombra de dúvidas.

Anúncios

Acrósticos, o que são?

Bom dia, pessoal. A poesia, como gênero textual, apresenta algumas “roupagens”, modos de se escrever, dentre as quais citarei o acróstico. Mas o que essa forma representa? Primeiramente vejam o vídeo e continuem lendo.

Leia mais deste post

Trilha sonora do dia #5

 

Hoje, segunda-feira, é um dia comum, com eventos normais, pessoas normais, as 24 horas normais de sempre… Mas sempre tem aquele clima chato, cansativo… A semana não passa, trabalhamos, estudamos, mas não vivemos…

Como se a própria segunda nos ferisse, tão somente em existir… Por esse sentimento de ferida, tristeza, que eu trouxe esta música como a trilha sonora do dia: Hurt, originalmente do Nine Inch Nails, mas que se imortalizou na voz suave de Johnny Cash.

Uma música que reflete o fim, mas emite uma característica das manhãs de segunda: a tristeza. Ouça, compreenda, sinta as nuances dessa canção, e perceba que a tristeza não está nos dias, mas sim em nós mesmos.

Trilha sonora do dia #3

Sabe quando tudo parece meio que acabado, onde você pensa que o fim está próximo, mas escuta uma música que pode mudar tudo?? Não por ela ser triste ou algo do tipo, mas uma música pura e limpa, onde todos os sons combinados em um único só tom fazem a melodia perfeita? Sabe quando você ouve uma música e diz: Qual o nome dela? Pois é, essa é a música para mim.

Você pode não gostar de Jazz, mas se gostar, lhe garanto que não se arrependerá de forma alguma… Jazz para mim representa pureza, beleza, PAZ, quando o tilintar suave do piano se junta com os outros instrumentos… Nada se compara a tal beleza, em excesso, a ponto de ficarmos doentes e fascinados pela beleza que uma só música pode proporcionar…  Para mim jazz é isso, momento de paz.

Dica: Escute a música de olhos fechados, isso lhe proporcionará uma visão melhor do que eu escrevi !

Trilha sonora do dia #2

Não sei o que dizer ao certo desta música, mas me lembra algo que aconteceu a um tempo atrás em minha vida, uma pequena parte mais que impactou demais…

” Começa com um soar leve, de alegria mansa e calma, ao avançar e decorrer da música, avança para uma certa raiva, como se estivesse frente a frente com um lobo, por final, acaba que a música se simboliza por si própria, se auto denomina independente, independente de qualquer emoção, pois, a mistura é feita nela toda, e o melhor, por si própria… Perdida. “

Ou Seja, não fique triste por algo que acontecer agora, independente do que seja, passa quando você menos esperar… O Começo da música era isso, uma triste alegria suave, mas acabou em raiva e depois um tipo de felicidade agitada, viva !