Trilha sonora do dia #5

Bom, aos fiéis internautas do nosso Blog, peço desculpas pelo tempo que fiquei sem postar, tive uma séria crise de idéias e nada vinha a minha cabeça, não existe coisa pior para um escritor do que as idéias sumirem de si como um raio que cai sobre o solo, eis um sábio que diz: ” É mais fácil escrever quando se está apaixonado “, concordo plenamente… Amor abre portas para lindos textos…

Mas vamos lá, trilha sonora do dia: Concerto for Piano and Orchestra No. 26 Coronation Mozart

Sem dúvida a música é esplêndida e maravilhosa, o que mais me impressiona não é a música em si, mas sim a garotinha que a está tocando, apesar de o piano ser o instrumento mais fácil de se tocar, para chegar ao nível que esta pequena menininha está precisa-se de muito tempo dedicado, talvez, até anos… Isso mostra que a verdadeira musica ainda existe, a musica que consegue tocar o coração e nos fazer sentir a emoção verdadeira que ela pode nos transmitir…

Eu, confesso, toco piano, mas não neste nível ainda, o Piano para mim é como uma folha de papel, nele você deposita raiva, deposita tristeza, felicidade, drama, suspense, terror e alegria… O Piano pode fazer você sentir as piores e melhores sensações da música, não precisamos vê-lo para sentir o que ele quer mostrar, se eu fechar os olhos fica muito mais bonito ouvir o som dele…

” Esta música me lembra bons tempos, os de alegria, o tempo em que os verdadeiros amantes respeitavam a vida em si e viviam a verdade permanente dentro de seus corações, a felicidade onde violência era em baixa, onde a paz e o amor eram as verdadeiras razões para a música existir, infelizmente, a música hoje é apenas mais um negócio, num mundo cheio de negócios…

Queria eu poder voltar ao tempo em que a música era apenas… AMOR ! “

Anúncios

Trilha sonora do dia #5

 

Hoje, segunda-feira, é um dia comum, com eventos normais, pessoas normais, as 24 horas normais de sempre… Mas sempre tem aquele clima chato, cansativo… A semana não passa, trabalhamos, estudamos, mas não vivemos…

Como se a própria segunda nos ferisse, tão somente em existir… Por esse sentimento de ferida, tristeza, que eu trouxe esta música como a trilha sonora do dia: Hurt, originalmente do Nine Inch Nails, mas que se imortalizou na voz suave de Johnny Cash.

Uma música que reflete o fim, mas emite uma característica das manhãs de segunda: a tristeza. Ouça, compreenda, sinta as nuances dessa canção, e perceba que a tristeza não está nos dias, mas sim em nós mesmos.

Trilha sonora do dia #4

Vocês leitores devem estar pensando:
Ou esse editor é um maluco apaixonado ou um emo completo.

Posso garantir que não sou nenhum dos dois, sou apenas um admirador da música e da arte, das coisas belas e maravilhosas que o verdadeiro mundo e a verdadeira felicidade pode proporcionar.

Não existe felicidade sem tristeza, isso é fato, todos passaremos por algo um dia, porém, o mais importante é: O bem sempre prevalece (felicidade).

Essa música é bem triste, porém, tem um sentimento real sobre ela, apenas quem souber sentir o que a música transmite será capaz de entender o que eu disse, ela me lembra apenas uma coisa:

Tristeza.

Trilha sonora do dia #3

Sabe quando tudo parece meio que acabado, onde você pensa que o fim está próximo, mas escuta uma música que pode mudar tudo?? Não por ela ser triste ou algo do tipo, mas uma música pura e limpa, onde todos os sons combinados em um único só tom fazem a melodia perfeita? Sabe quando você ouve uma música e diz: Qual o nome dela? Pois é, essa é a música para mim.

Você pode não gostar de Jazz, mas se gostar, lhe garanto que não se arrependerá de forma alguma… Jazz para mim representa pureza, beleza, PAZ, quando o tilintar suave do piano se junta com os outros instrumentos… Nada se compara a tal beleza, em excesso, a ponto de ficarmos doentes e fascinados pela beleza que uma só música pode proporcionar…  Para mim jazz é isso, momento de paz.

Dica: Escute a música de olhos fechados, isso lhe proporcionará uma visão melhor do que eu escrevi !

Trilha sonora do dia #2

Não sei o que dizer ao certo desta música, mas me lembra algo que aconteceu a um tempo atrás em minha vida, uma pequena parte mais que impactou demais…

” Começa com um soar leve, de alegria mansa e calma, ao avançar e decorrer da música, avança para uma certa raiva, como se estivesse frente a frente com um lobo, por final, acaba que a música se simboliza por si própria, se auto denomina independente, independente de qualquer emoção, pois, a mistura é feita nela toda, e o melhor, por si própria… Perdida. “

Ou Seja, não fique triste por algo que acontecer agora, independente do que seja, passa quando você menos esperar… O Começo da música era isso, uma triste alegria suave, mas acabou em raiva e depois um tipo de felicidade agitada, viva !

Trilha sonora do dia #1

Radiohead – No Susprises

Olá! Começando mais uma seção, simplesmente chamada de “Trilha Sonora do dia”, que trará diariamente músicas que fazem parte do meu acervo. Começando hoje com essa banda que eu gosto muito, mesmo me lembrando de vários “bad moments”, anyway…

Espero que gostem!